Dia a dia e usando o Trem!

Dia 27/08/2012

Boa tarde gente!!!

Tudo bem com vocês? Desejo que tudo esteja na paz.

Hoje, estou aqui para falar sobre o “A Pandilla” um trabalho dos queridos fotógrafos do nosso projeto “eu existo”,  Américo, Bruno e Leo.

Pessoas queridas do meu Brasil, nessa manhã tive a oportunidade e  o prazer de ler e ver um pouco do trabalho dos meninos, e não posso deixar de compartilhar com vocês esse blog maravilhoso e criativo.

Saber que existe gente como eles que acreditam e tentam de uma forma linda e criativa minimizar a problemática social e os conflitos existentes na nossa sociedade.

Mas, vale a pena cada um de vocês sentirem o prazer de ver e ler o trabalho deles, o endereço  é:  http://apandillafotografica.wordpress.com

Galera, agora quero compartilhar  com vocês  o meu domingo.

Nossa para começar, confesso passei momento de medoooo!!!!

Gente eu não tinha muita noção de como era complicado se locomover no Rio de Janeiro, pelos nossas linhas de trem.

Agora sempre que puder, vou estar aqui relatando a eficiência ou não de nossos serviços públicos, que faço uso e conto com o apoio de vocês para me relatarem também nas regiões onde  vivem.

Primeiramente vou falar da precariedade, da sujeira e do descaso das pessoas que trabalham nas estações.

Confesso que não sou uma usuária assídua dos nossos trens cariocas, mas devido às propagandas acreditava que o serviço prestado era muito melhor do que eu vi.

Primeiramente, gente: “Lixo se joga na lixeira” e posso dizer porque vi claramente, a culpa não é somente dos usuários, pois como posso pedir para a população jogar o lixo na lixeira se ela não existe?

Eu percorri um vagão inteiro e não tinha nenhuma lixeira vocês acreditam? E digo mais na estação também não tem, para não dizer que não existe, uma fica na saída “A” e outra na saída “G”, tipo super pertinho para você que vai pegar o trem na saída “D”.

Assim fica difícil, da próxima fez vou tentar registrar e postar aqui para vocês entenderem o que estou falando.

Ainda estou entrando no clima de ver, registrar e depois postar

Outra realidade angustiante, nós usuários somos vitimas da empresa prestadora do serviço, gente, os horários são totalmente precários, digo isso sobre os trens de final de semana, sábado, é como se as pessoas que morem para outras regiões fora da zona sul não tivessem a oportunidade de se divertir e usar o trem.

Vocês acreditam que o ultimo trem com saída de Central para Japeri termina as 21horas?

Agora, esse recadinho vai para você usuário do trem, que adora ouvir sua musica, mas gente pelo amor de Deus fone de ouvido existe!!!!

Pessoas, eu estava no vagão “ouvindo” sendo obrigada, esclarecendo: Funk, Pagode e Forró, com o diferencial, tudo ao mesmo tempo e sem conseguir entender absolutamente nenhum dos ritmos.

Vou criar aqui a campanha “Use fone, não gosto da sua musica”

Outra situação de tristeza, nossa o tratamento dado aos usuários do trem, meu Deus. Sei que trabalhar com o público requer muitas habilidades, mas educação é sempre o primordial, fui perguntar a funcionária que vende a passagem: Esse trem passa no destino X, sabe o que ela me respondeu, não sei, próximo e eu fiquei ali sem saber a direção que tomar.

Graças a Deus, nos do povo, somos pessoas solicitas e ajudamos uns aos outros,nesse momento outra usuária do trem me deu todas as informações que precisava, agradeço em alto e bom som ‘MUITO OBRIGADA”

Fica a dica para os funcionários da supervia: ajudar ao próximo é sempre válido, como diz o jargão popular; “Fazer o bem sem olhar a quem”.

Agora passado o momento criticas, gente como é rápido e pratico andar de trem, a população merece mais ramais.

Pessoas amadas, beijos e fica aqui o meu relato do dia.

E aguardem o primeiro relato sobre o ensaio

Many Kiss !!!.

Tatiana Crispim

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>